02 abril 2009

A Viela da Duquesa



A Viela da Duquesa - Sveva Casati Modignani

******

Quem acompanha as minhas leituras sabe que sou fã de Sveva Casati Modignani. Adorei a Lição de Tango o Feminino Singular e tantos outros desta autora. Mas este livro andei a 'enrolar'... não vem na altura certa, a minha cabeça tem mil e um pensamentos ao mesmo tempo e é muito dificil a concentração na leitura, por outro lado o livro não me 'agarrou'... não me senti muito envolvida com as personagens... sei lá!!

Bem, de qualquer forma continuo a gostar muito desta autora pois ela tem um dom especial para contar histórias simples, de transformar uma história vulgar num acontecimento lindo e marcante.

Aqui fica a SINOPSE:

"Nápoles, 1910. Numa das muitas casas pobres da Viela da Duquesa, onde Rosa Avigliano vive com a sua numerosa família, surge de repente uma jovem mulher elegantemente vestida: ela quer que Rosa lhe prepare um feitiço para conquistar o amor do marido. Teresa, a mais velha das crianças Avigliano, fica boquiaberta perante tão extraordinária aparição. Imaginativa e sonhadora, ela gostaria de poder transpor os limites daquelas vielas sem ar e sem luz, onde viu morrer de miséria, de doença e de fome amigos, vizinhos e até um irmão mais novo. Aquela visitante misteriosa encarna aos seus olhos de rapariga tudo aquilo que até ali lhe foi vedado. Mas a bonita desconhecida não é tão feliz como Teresa imagina: a condessa Josepha Paravicini abandonara há alguns meses o seu castelo no Tirol, terra então austríaca, para casar com o príncipe Enrico Castiglia e se mudar para Nápoles, renunciando aos costumes, às pessoas que amava, às paisagens, aos aromas e à sua língua de infância. Tudo isto para vir a descobrir que o marido nunca a amara. Com o destino por cúmplice, nasce entre a princesa e a rapariga do povo uma ligação que as irá manter unidas durante toda a vida. Ambas atravessam o século que há pouco terminou, sofrem duas guerras mundiais, vivem os dramas da ditadura fascista e os tempos difíceis da reconstrução, empenhando-se na luta pelas reivindicações sociais e pela conquista do direito das mulheres à dignidade.Narrando as histórias pessoais destas personagens, marcadas por tragédias e paixões, Sveva Casati Modignani percorre todo o século XX num romance que exprime os pontos de vista dos humildes e dos poderosos. Este entretecer de vidas privadas e grandes eventos, propicia aos leitores páginas intensas que reconstituem com realismo o espírito de uma época e exaltam a força dos sentimentos e dos ideais."

Bjs e Boas Leituras!!

6 comentários:

  1. Oh que pena que este não te tenha cativado. É um dos meus favoritos.
    Por vezes acontece, não estamos na altura certa para um determinado livro e zás... não nos envolvemos, não é?
    Sveva, como sabes, tb é uma das minha autoras favoritas! :)

    Sê bem regressada!

    ResponderEliminar
  2. Bauny,

    eu tb sou fã da Sveva (como disse no comentário de resposta ao que deixaste no meu blog, se calhar conhecemo-nos mesmo!). Este curiosamente foi o livro dela de que mais gostei, dos que li, claro. Falta-me ler a "Lição de Tango" e o "Feminino Singular". Fascinaram-me as personagens e o ambiente, mas... é verdade tb que, às vezes, depende do momento em que lemos os livros...

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Ainda não conheço essa autora. Mas procurarei algo dela para ler!!!
    Obrigada pela dica!

    Adorei seu blog.
    Quando tiver um tempinho, visite o meu!!
    http://livrosdebia.blogspot.com

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Gosto bastante de Sveva Casati Modignani e, curiosamente, "A Viela da Duquesa" foi um dos que mais gostei de ler !

    Mas cada livro tem o seu 'timing' próprio ... ;)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  5. Maria Joao Matos14 abril, 2009

    Também já li todos os livros da Sveva e este foi sem dúvida o meu preferido.
    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  6. Tb não conhecia esta autora, mas fiqu ei curiosa, vou procurar saber ais sobre ela.
    Encontrei seu blog por acaso, vou add na lista de seguidores e dar uma passadinha aqui sempre =o***

    ResponderEliminar